Tecnoretórica Conversas sobre tecnologia com quem entende do assunto

10ago/103

4 – Victor Cavalcante discute web semântica, HTML5, ASP.Net MVC, jQuery, carreira, e mais

No quarto episódio falei com o Victor Cavalcante, que atua como arquiteto de software e é focado em desenvolvimento web.

Victor Cavalcante

Victor Cavalcante

O Victor é arquiteto de Software e agile coach atuando na Stefanini. Atua em projetos web a mais de 10 anos, líder do grupo .Net Architects, ministra cursos e realiza consultoria sobre boas práticas de desenvolvimento de software, pós-graduado em gerenciamento de projetos, professor universitário,  certificado em Professional Scrum Developer, Certified Scrum Master, Certified Scrum Product Owner.

Links da conversa com o Victor:

Links da abertura:

  • http://www.alexsandro.com.br Alexsandro

    Muito boa entrevista com o Victor Cavalcante, ele é um dos poucos da comunidade ASP.net que da valor a web semântica e percebeu como ela é um ótimo negocio. Eu particulamente nunca gostei do webforms pois sou da epoca do ASP 3.0 onde o cenario era cheio de liberdade com relação ao HTML. Mas ainda bem que agora existe o ASP.net MVC e resolveu este problema.

    Parabens Geovanni, aguardo o próximo podcast ;)

  • rodrigo

    Muito bom o podcast

    As questões sobre padrões web que foram levantadas, apesar de parecerem “básicas” são fundamentais e por algum motivo ignorada por muitas pessoas/empresas.

    Vamos aguardar o próximo podcast… com alguém do universo Python seria legal :)

  • http://twitter.com/ti4fun Database de rotinas

    O que aconteceu com o Vitor Cavalcante qdo trabalhou para o banco é comum e acontece com muitos profissionais.
    A conclusão que tiro a respeito disso é o resultado de uma hierarquia antiga completamente vertical onde cada
    profissional só tem contato com seu superior imedito com isso o que chega aos ouvidos do gerente é simplesmente
    o que o coordenador (func do banco) fala.

    Uma coisa é fato, nessas empresas a maioria dos funcionarios se procupam com eles e não com a empresa e o perfil
    de um profissional PJ é muito diferente do perfil de um funcionario que está a 4, 5, 6, 10 anos numa empresa.
    O perfil do profissional PJ é mais dinamico e esse dinamismo ameaça os funcionarios que ali estão.

    Tenho certeza que o que aconteceu com o Vitor Cavalcante deixou muitos funcionarios felizes pois conseguiram garantir
    os seus empregos medíocres. 

    Em toda essa história o ÚNICO que saiu perdendo foi o DONO do banco que perdeu um ótimo profissional que agregaria
    muito valor ao Banco, isso porque funcionário se procupa com sua carreira e não com a empresa.

    Portanto empresários, abram o olho. Hierarquia vertical pode causar muitos problemas e ocultar muita coisa
    errada causando prejuísos enormes para sua empresa

  • Pingback: 9 – Victor Cavalcante discute a nova web « Tecnoretórica

  • Pingback: 14 – EcmaScript 6 com Victor Cavalcante « Tecnoretórica